13-06-16

Será que você sofre de NoMofobia? Faça o teste para descobrir

nomophobia-destaque

Celular é uma invenção maravilhosa. Mas será que você está dependente dela? Descubra neste post.

Ao sair de casa, o que você não pode esquecer de jeito nenhum? Casaco? Guarda-chuva? Celular?

Se você respondeu que não pode sair de casa sem levar seu smartphone, talvez você compreenda o sentimento de quem sofre de NoMofobia. Ou, quem sabe, até sofra deste problema sem saber.

O termo, criado na Inglaterra, é derivado da expressão No-Mo (“no mobile”, ou “sem celular”) e é aplicado àqueles que têm pavor de ficarem incomunicáveis, seja através da falta do celular, da ausência de sinal móvel, de bateria, rede ou internet. O termo “fobia”, no entanto, deixa a palavra bonita, mas os sintomas se assemelham mais a uma crise de ansiedade do que fato à alguma aversão.

"E se for entre você e o meu telefone, provavelmente será o telefone".

“E se for entre você e o meu telefone, provavelmente será o telefone”.

O termo foi criado durante um estudo de 2010 realizado no Reino Unido pela YouGov , uma organização de pesquisa que analisou as ansiedades sofridas por usuários de telefones móveis. O estudo, que foi aplicado em 2.163 pessoas, descobriu que quase 53% dos usuários de telefonia móvel na Grã-Bretanha ficam ansiosos quando “perdem o celular, ficam sem bateria ou crédito, ou não tem cobertura de rede”. E a maior parte dos “nomofóbicos” eram homens (fonte: Wikipedia).

tirinha-nomofobia

Um estudo mais recente, realizado pela Iowa State University, elaborou um teste com 20 questões que podem revelar se você sofre ou não e NoMofobia. As perguntas foram retiradas do Huffington Post e traduzidas livremente pelo Cutedrop. Confira:

Você é um adepto do smartphone? Avalie cada item em uma escala de 1 ( “discordo completamente”) a 7 ( “concordo totalmente”) e conte sua pontuação total para descobrir. Seja honesto!

1. Eu me sentiria desconfortável sem acesso constante às informações através do meu smartphone.

2. Eu ficaria chateado se eu não pudesse procurar por uma informação em meu smartphone quando eu quisesse.

3. Ser incapaz de receber a notícia (por exemplo, acontecimentos, tempo, etc.) no meu smartphone me deixaria nervoso.

4. Eu ficaria chateado se eu não pudesse usar meu smartphone e/ou suas capacidades quando eu quisesse.

5. Ficar sem bateria no meu smartphone me deixaria apavorado.

6. Se ficasse sem créditos ou atingir meu limite mensal de dados, eu entraria em pânico.

7. Se eu não tivesse um sinal de dados ou não pudesse me conectar ao Wi-Fi, então verificaria constantemente para ver se já haveria alguma rede disponível ou Wi-Fi.

8. Se eu não pudesse usar meu smartphone, ficaria com medo de ficar preso em algum lugar.

9. Se eu não pudesse verificar o meu smartphone por um tempo, eu sentiria o desejo de verificá-lo.

 

Se eu não tivesse o meu smartphone comigo …

10. Eu me sentiria ansioso, porque não poderia me comunicar instantaneamente com a minha família e / ou amigos.

11. Eu estaria preocupado porque minha família e / ou amigos não poderiam me encontrar.

12. Eu me sentiria nervoso porque eu não seria capaz de receber mensagens de texto e chamadas.

13. Eu estaria ansioso porque eu não poderia manter contato com minha família e / ou amigos.

14. Eu ficaria nervoso porque eu não poderia saber se alguém tinha tentado se comunicar comigo.

15. Ficaria ansioso porque minha conexão constante com a minha família e amigos estaria interrompida.

16. Eu ficaria nervoso porque eu iria ser desligado da minha identidade online.

17. Ficaria desconfortável, porque eu não poderia me manter atualizado com as mídias sociais e redes on-line.

18. Eu me sentiria estranho, porque eu não poderia verificar as minhas notificações de atualização das minhas conexões e redes on-line.

19. Eu me sentiria ansioso, porque eu não poderia verificar os meus e-mails.

20. Eu me sentiria bem estranho, porque eu não saberia o que fazer.

Agora confira seus resultados:

20 pontos
Não é nomofóbico: Você tem uma realção saudável com o seu dispositivo e não tem problemas em ficar separado dele.

21 a 60 pontos
Nomofobia suave. Você fica um pouco apreensivo quando esquece o celular em casa por um dia ou se encontra preso em algum lugar sem WiFi, mas a ansiedae não é tão preocupante.

61 a 100 pontos
Nomofobia moderada. Você está bem ligado ao seu dispositivo. Você verifica updates enquanto caminha pela rua ou fala com um amigo, e geralmente se sente ansioso quando desconectado. Tente um “detox” digital.

101 a 120 pontos
Nomofobia severa. Você mal pode aguentar 1 minuto sem chechar seu telefone. É a primeira coisa que faz pela manhã e a última que faz à noite e participa da maior parte das suas atividades rotineiras. É hora de uma intervenção mais séria.

E aí, será que você está no nível da galera dessa animação?

Quando você começar a se sentir mal por estar longe do seu celular, comece a pegar mais leve na sua relação com ele antes de entrar no ranking dos portadores de NoMofobia.

Ilustração usada como destaque do post por Ariana Lotfi.