05-12-16

PRELO: um curta sobre um dos métodos mais antigos de impressão, que ainda hoje está vivo

prelo

Um filme sobre um dos processos mais antigos de impressão que ainda hoje sobrevive gerando lindos resultados.

Você sabe o que é imprensa?

Diferente da visão que temos hoje, de que imprensa é algo relativo à televisão, jornalismo e afins, a palavra “imprensa” vem do latim imprimere, que quer dizer “gravar/marcar sobre”. Ou seja, “imprensa” vem diretamente do termo “imprimir”. Não é à toa que a primeira técnica de impressão em massa que ganhou fama pelo mundo se chamava prensa tipográfica.

O prelo de Gutenberg

A prensa de Gutenberg

Quem é designer deve ter ouvido falar do inventor da prensa, o alemão Johannes Gutenberg. Apesar dos rumores de que já existia uma versão da prensa tipográfica antes de Gutenberg ganhar sua fama, a verdade é que foi a sua criação que conseguiu rodar a Europa e ganhar notoriedade. Então, por via das dúvidas, atribui-se a Johannes a paternidade do que chamamos de imprensa, ou a mecanização do processo de impressão.

Também conhecida como “prelo”, a prensa tipográfica funcionava de um modo bem mecânico, mas já considerado “automatizado”, em comparação com a forma de reprodução de livros que havia na época: os monges copistas.

monk

A novidade da prensa eram os tipos móveis, ou seja, pequenos blocos de metal, nos quais cada letra era esculpida em relevo, de modo que tais letras poderiam ser combinadas de diferentes formas na matriz que serviria como base para a impressão. Os tipos móveis poderiam ser reaproveitados depois e combinados de quantas maneiras fosse possível imaginar.

prelo-guten

A prensa de Gutenberg ganhou versões mais modernas que eram utilizadas no mercado de produção de impressos até poucas décadas atrás. O Linotype (ou linotipo) era a prova viva disso, automatizando a organização dos tipos móveis na formação dos clichês de impressão. Um método presente até meados dos anos 60.

Existe um filme sobre o Linotype, e você pode conferir o trailer:

Operadores de Linotipo em Chicago.

Operadores de Linotipo em Chicago.

Porém, mesmo após a grande virada do mercado de impressões do século XX e XXI, com a chegada do OFFSET, impressões digitais, flexografia, entre outros, a antiga técnica da tipografia, com a montagem manual de matrizes, continua atuando por aí. Muita gente ainda procura um bom e velho prelo para fazer suas criações sentindo o peso dos tipos e o cheiro da tinta, sem o intermédio de computadores.

OFFSET, um dos processos mais comuns do nosso cotidiano.

OFFSET, um dos processos mais comuns do nosso cotidiano.

E assim surge o documentário “Prelo”, que mostra a tipografia do mineiro Matias, um senhor que repassa o seu conhecimento aos jovens amantes do Design e das artes. O filme-documentário foi produzido por Raquel Pinheiro e Virgínia Pitzer.

O vídeo mostra em detalhes o funcionamento de uma tipografia (nome dado às gráficas que adotam o processo tipográfico de impressão, através dos tipos móveis), o longo e lento processo de montagem de matrizes e a calma e a delicadeza de quem gosta de experimentar o mundo dos papeis e das tintas bem de perto.

Confira:

matias

O documentário é de 2014, mas torcemos pra que o Matias continue executando seu ofício firme e forte.

Saiba mais no site oficial do filme.