-->

22-07-14

5 dicas para apresentar (bem) seu projeto ao cliente

dicas

Gostaram do seu portfolio. Aprovaram seu orçamento. Tudo parece perfeito. Até a hora de apresentar o projeto. Como fazer da melhor forma?

As dicas a seguir podem te ajudar a encantar o seu cliente na hora de apresentar um projeto. Ok, não é uma receita mágica de aprovação, mas passar credibilidade e uma boa impressão é sempre bom, né?

Se liga nas dicas:

1. Capriche na execução

mockup

Imagem por Shaan Shiv Suleman

Digamos que seja um folder, um cartão de visita. Design gráfico. Tente levar alguma boneca (mockup, monstro, simulação) bem impressa e produzida. Nada que uma pesquisa sobre gráficas rápidas na sua cidade não resolva.

Gastar um pouco a mais pra levar uma pecinha bem acabada para o cliente pode render mais retorno. Mas explique que é só um exemplo. A peça final ainda vai ficar melhor (assim a gente espera, rs).

Mostrar exemplos do design aplicado também é legal. É uma identidade visual? Mostre como fica aplicada em algum tipo de papelaria, objetos etc.

2. Explique o processo (de forma clara)

abc

Independente do projeto, levar de cara a peça final é um pouco frustrante. É como se a noiva já estivesse na igreja antes de todo mundo. Explique o passo-a-passo da sua pesquisa, revise o briefing, mostre a solução e o processo criativo. Assim, o seu cliente vai entender que ser designer não é só pegar um lápis e sair rabiscando qualquer coisa. É bem diferente!

Mas não tente enrolar falando difícil. Termos complicados sem fundamento não convencem. Mostre o que você sabe com uma linguagem simples.

3. Não se esqueça do clima

Foto por Steve Corey (Fickr)

Foto por Steve Corey (Fickr)

Como você vai apresentar seu projeto? Onde? Se você pode marcar um encontro ao vivo com o cliente, melhor. Mas evite lugares muito barulhentos, que podem distrair e tirar o foco. Procure locais aconchegantes. Se você e o cliente não têm uma sala de reunião, um café é bem vindo.

Se você não pode ao vivo, detalhe bem a sua apresentação, com um bom storytelling. Só cuidado para não ficar cansativa.

4. Referências e exemplos

Ícones por Alexander Kutuzov.

Ícones por Alexander Kutuzov

Levar referências para exemplificar sobre o que você está falando é positivo. Uma maneira discreta e delicada de dizer “tá entendendo ou quer que eu desenhe?”. Digamos que você está levando um projeto em flat design. Leve referências de mais materiais que aplicam a mesma tendência. Assim seu cliente tem um parâmetro comparativo.

5. Saia do convencional

convencional

Apresentações geralmente são chatas. Mas a sua não precisa ser. Capriche na apresentação, deixe dinâmica. Dependendo do cliente, o encontro pode até ser divertido. Se ele dá liberdade pra isso, por que não sair um pouco do quadrado? Mas lembre-se sempre de que você está ali para vender seu produto, não para fazer um stand up.

Estas dicas são muito, muito simples. E na verdade, elas se resumem em uma dica final:

Todo trabalho criativo precisa de um bom planejamento.

Vai lá e arrasa.



  • Renata Santos

    ótimas dicas!! principalmente pra quem é freela, como eu, sempre é importante um direcionamento 😉